Qual música tocava no rádio quando você nasceu?
Clique no ano do seu nascimento!

Trata-se de un juke box, que recupera 60 anos de músicas e que permite ouvir as melodias do ano do seu nascimento
ou de qualquer outro ano entre 1940 e 1999:




VAMOS COMBATER A CORRUPÇÃO!!!


Espero que o movimento iniciado por alguns grupos de brasileiros, continue crescendo cada vez mais e que num futuro bem próximo, poderemos de alguma forma, acabar com a vergonhosa corrupção, principalmente por parte dos políticos . O Brasil já é considerado a 8ª potência econômica do mundo apesar de toda a corrupção. Imaginem se não existissem esses "ratos" que nos furtam descaradamente, furtando também a possibilidade de um desenvolvimento maior de nosso querido pais. Com certeza, não fossem eles, hoje estaríamos liderando a lista das maiores potências econômicas do mundo.
Talvez faltem ratoeiras para eliminar tantos "ratos". Portanto, vamos reforçar o número de brasileiros bem intencionados para podermos eliminá-los e finalmente, colocar este pais no lugar que merece.
Toni


VILA LIVIERO; EM BUSCA DE EQUILÍBRIO

Vila Liviero, bairro da zona sul de São Paulo, fazendo divisa com São Bernardo do Campo e Diadema, não consegue uma valorização maior, devido a um crescimento desgovernado. É fácil entender o porque a valorização não acompanha o desenvolvimento do bairro. Quando existe uma escassez, principalmente de estabelecimentos comerciais e outros serviços de qualidade, os terrenos da região não adquirem maior valorização exatamente pela falta de uma melhor infra-estrutura. Isso possibilita que grandes construtoras adquiram terrenos mais baratos e construam uma grande quantidade de pequenos apartamentos que são financiados a longo prazo. Com isso, o número de habitantes tende a aumentar consideravelmente. Por outro lado, o bairro não possui nenhum banco, nenhum hipermercado, como também, um serviço público de saúde devidamente adequado e preparado para atender ao grande número de habitantes da região. uma padaria de qualidade, um bom restaurante, um shopping center, etc. Enfim, enquanto a população continua crescendo, infelizmente a infra-estrutura continua a mesma. Está na hora de grandes empresas investirem na região e que órgãos competentes implantem novas Unidades Básicas de Saúde ou até mesmo um Hospital, pois os moradores necessitam sem dúvida de um melhor atendimento.
Quem sabe em pouco tempo, a Vila Liviero terá uma estrutura melhor, maior equilíbrio e um atendimento comercial e social que a população merece.
Toni
PARA AMPLIAR A FOTO BASTA CLICAR SOBRE ELA


COMECE A AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS SIMPLESMENTE AMPLIANDO ESTA MATÉRIA.

AMPLIANDO ESTA MATÉRIA, VOCÊ ESTARÁ CONSEQUENTEMENTE AMPLIANDO SEUS CONHECIMENTOS SOBRE O USO DE DROGAS.
NÃO SE DEIXE SER INFLUENCIADO POR DADOS E INFORMAÇÕES DISTORCIDAS SOBRE O ASSUNTO.
NÃO DEIXE SUA MENTE COMO A SEQUÊNCIA DESTE TEXTO... EM BRANCO.




CLIQUE SOBRE A FOTO ACIMA E TENHA AS INFORMAÇÕES E ORIENTAÇÕES CORRETAS PARA EVITAR O ENVOLVIMENTO COM ESSE MAL.

APRENDA ARTESANATO E PINTURA

A profª. Anália H. Hirano está morando na Vila Liviero há 6 anos. Sua grande preocupação é ensinar principalmente a arte da pintura em tecido. Utilizando várias técnicas consegue resultados surpreendentes. Ela afirma que normalmente as pessoas ao apreciarem seus trabalhos acreditam ser muito difícil conseguir os mesmos resultados porém, aprendendo as técinas utilizadas irão
notar que é muito mais fácil que se imagina e qualquer pessoa tem condições de aprender. Esse tipo de pintura pode ser feito em panos de prato, lenços, cortinas, camisetas, saídas de praia, etc. Ela administra os cursos em seu ateliê com aulas individuais ou em grupos, marcadas antecipadamente.
Outros cursos como origami, macramê, e biscuit estão sendo preparados.
Anália afirma que além de ser um trabalho agradável, com comprovados poderes terapêuticos, poderá tornar-se uma nova fonte de rendas, constituindo-se portanto, em um grande reforço no seu orçamento.
Não perca essa oportunidade de poder trabalhar em sua própria residência com algo super agradável e com a grande vantagem de fazer seu próprio horário.
Solicite mais informações através do fone: (11) 4323-3929
Toni
Para ampliar foto basta clicar sobre ela.


PARTE DA HISTÓRIA SE DETERIORANDO



O bairro do Ipiranga é intimamente ligado a história do Brasil. Foi neste local
que Dom Pedro I proclamou a independência do Brasil, que viria a ser
imortalizado numa pintura memorável de Pedro Américo. Talvez por isso, este
antigo bairro de São Paulo tenha sido um dos que mais recebeu casarões de
elite na cidade de São Paulo no final do século XIX e início do século XX.
Boa parte destes casarões estão ao redor do Museu Paulista, o popularmente
conhecido como Museu do Ipiranga. Alguns destes casarões ainda estão
preservados e conservados, mas uma grande parte deles estão em precário
estado de conservação não lembrando em nada o glamour e a imponência
que ostentavam em tempos áureos.
Este exemplar da rua Bom Pastor, 975 é uma prova disto. Está esquecido,
deteriorado, com o mato alto e futuro incerto. Um imóvel histórico com
tamanha beleza e magnitude não merece estar nesta situação. Até quando as
casas da São Paulo antiga permanecerão legados ao esquecimento ?

Par ampliar foto basta clicar sobre ela



IMPORTÂNCIA DA RECICLAGEM

A UBS DR. LUIZ ERNESTO MAZZONI INFORMA: ESTAMOSRECEBENDO PARA RECICLAGEM OS SEGUINTES MATERIAIS: PAPEL, PAPELÃO, VIDROS, ALUMÍNIO, BATERIAS, ÓLEO DE COZINHA, CHAPAS DE RAIO X E LÂMPADAS FLUORESCENTES.
ESSES MATERIAIS SERÃO ENCAMINHADOS PARA O DEVIDO REAPROVEITAMENTO.

Se hoje não tivermos uma postura e uma consciência ambiental, reparando os danos causados ao meio ambiente e evitando novos desastres ecológicos, a continuidade e a qualidade de vida estará comprometida. Este sim, seria o maior erro que a humanidade poderia cometer contra ela própria.
Local de entrega: UBS da Rua Carlos Liviero, 566 - Vila Liviero.

VEJA NA PÁGINA "INFORMAÇÕES" DESTE BLOG, RELAÇÃO DE VÁRIAS FIRMAS E ENTIDADES, QUE FAZEM A COLETA DE DIVERSOS MATERIAIS PARA RECICLAGEM.


Fundada em 1959, Diadema é uma jovem cidade da Grande São Paulo que vem
se firmando como estratégica ao crescimento econômico da região. Tamanho
crescimento tem despertado o interesse do mercado imobiliário que, desde
então, investe na cidade construindo novos empreendimentos. Além do
crescimento econômico, a localização é um dos grandes diferencias de
Diadema para quem quer fugir do trânsito caótico e da poluição da capital.
Crtada pela Rodovia dos Imigrantes, o acesso a capital são bem mais fáceis,
o Rodoanel também facilitou o acesso a outras rodovias para o interior do
estado, como por exempço: Régis Bittencourt, Castelo Branco e Bandeirantes.

Para chegar à capital o motorista pode optar pela Avenida Presidente Kennedy
que liga o centro da cidade à Avenida Cupecê, em São Paulo - trajeto que leva
ao bairro do Morumbi e à Avenida Luis Carlos Berrine, no Brooklin.
utra vantagem de Diadema é sua infraestrutura que vem crescendo
juntamente com a cidade. Existem muitas faculdades e escolas técnicas
instaladas que foram todos os anos mão de obra qualificada para o
desenvolvimento econômico e social da região. A cidade abriga mais de seis
mil estabelecimentos comerciais e doze mil prestadores de serviço, além de
contar com mais de setenta estabelecimento de saúde, entre hospitais, postos
de saúde, odontológicos, incluindo o mais moderno centro hospitalar do
grande ABCD, o "Quarteirão da Saúde" inaugurado em 2008.


A PRAÇA É NOSSA


A frase mais indicada para ilustrar esta matéria é sem dúvida:
"Não quero ficar sentado no trono de meu apartamento com a boca escancarada, cheia de dentes, esperando a morte chegar", de Raul Seixas.
Na Praça André Nunes que fica na Av. Nossa Senhora das Mercês, junto à Av. Padre Arlindo Vieira, na Vila das Mercês, existem algumas mesinhas em alvenaria, onde se reúnem diariamente vários aposentados, a maioria com idade superior a 65 anos onde, além de tomar um "solzinho" para aquecer o corpo, principalmente nesses dias de temperatura muito baixa, mas para aquecer também o espírito e a amizade entre eles, jogando dominó e baralho.
As várias mesinhas que existem, ficam praticamente tomadas por essas pessoas que trabalharam muito na vida e agora, com todo o direito, procuram ocupar parte do tempo jogando e "batendo papo"com os amigos.
Entre eles, o Sr. Aldemar Luiz da Silva de 65 anos, que além de ser apontado como
o "craque da turma", é também o responsável pela guarda dos jogos.
Outros personagens que frequentam a praça: Geraldo Ferreira Lins, ex feirante, Ângelo Girona, ex motorista de ônibus, Valdemar Valente, ex funcionário da Eletropaulo, José Severino, que trabalhou muito tempo com crédito e cobrança, José Manoel que trabalhou como almoxarife por 30 anos, entre vários outros frequentadores. Enfim, são várias pessoas que registram as mais variadas historias de vida. Para evitar a ociosidade, procuram ocupar-se de alguma forma jogando dominó, baralho, relembrando fatos passados e comentando sobre os acontecimentos atuais.
Conforme declaração de uma pessoa que faz parte do grupo, eles conseguiram arrecadar entre todos, uma pequena importância em dinheiro e comprar alguns trofeus para a realização de um torneio que é também um grande sonho para eles.
Seria muito interessante e gratificante para ambas as partes, se algum ou vários comerciantes da região se reunissem para patrocinar um torneio oficial, oferecendo um valor em dinheiro que é sem dúvida o que mais o aposentado brasileiro precisa.
Esta é uma sugestão da "Folha da Vila" ao comércio local. O retorno e gratidão de todos pela pequena contribuição seria com certeza muito grande.
Parte do valor arrecadado poderia ser destinado a confecção de faixas com os nomes dos patrocinadores e que seria colocada na própria praça.
Eu teria o prazer em publicar o acontecimento com todos os detalhes necessários.
Pensem nessa possibilidade, pois o retorno não só financeiro, como o agradecimento de Deus seria muito grande pela recompensa à essas pessoas que já fizeram muito pela região.
Toni.
Para ampliar a primeira foto, basta clicar sobre ela


PESSOAS QUE AJUDARAM A ESCREVER PARTE DA HISTÓRIA DO BAIRRO.
Há 40 anos atrás, chegava a São Paulo, vinda da pequena cidade de Urai, localizada no centro do Paraná, uma pessoa simples, mas com um grande coração, que com muita força e determinação iria escrever parte da história da Vila Liviero.
Os moradores do bairro devem agradecer a Deus por encamihá-la a este local, numa época que na região, não havia água encanada, ruas com calçamento, meios de transportes praticamente não existiam. Em várias ruas não havia nem energia elétrica.
Muito religiosa e prestativa, começou a orientar crianças que frequentavam a Catequese na Paróquia Santo Agnelo, mas achava que podia fazer muito mais pelas pessoas da região.
Há 24 anos atrás, juntamente com o Pde. Francisco, ajudou a procurar um terreno
onde seria construida outra igreja. Desta forma, com muito esforço também de outras pessoas, foi construida a atual Paróquia São Bernardo de Claraval.
A pessoa a quem prestamos esta homenagem, continuou seu trabalho, orientando e ajudando várias crianças e adolescentes. Tornou-se cordenadora da Catequese e posteriormente fazendo parte ativa da Pastoral da Saúde, onde realizou importantíssimos trabalhos assistenciais.
Hoje, muitos adultos já casados e com filhos, devem agradecer pela orientação e carinho que receberam desta pessoa que foi muito importante para que elas trilhassem o caminho do bem, o caminho certo na vida.
Para realizar tudo isso, somente uma pessoa que possui o espírito bom e que apenas procura fazer o bem à todas as pessoas.
Todas que possuem a mente voltada para o bem, livre de maus pensamentos, Deus inevitavelmente acrescenta outros dons. Foi o que aconteceu com a pessoa citada nesta matéria.
Ela é uma excelente pintora, possui a facilidade para escrever inclusive poemas. Já escreveu peças de teatro que foram apresentadas em datas comemorativas da Paróquia, além de ser uma pessoa que transmite muita simpatia e confiança.
Todos nós temos nossos momentos difíceis e tristes na vida e com ela não foi diferente. Há pouco menos de três anos, perdeu uma filha ainda muito jovem.
Embora, tenha sido um golpe muito forte e difícil de superar, principalmente à uma mãe que tem adoração pelos seus filhos, não conseguiu até o momento superar totalmente essa perda mas, com a ajuda de Deus, segue sua vida sem nenhum tipo de revolta.
A pessoa que nos referimos é Dna. Jandira Marçal de Paula. Me sinto na obrigação de prestar minhas homenagens à essa mulher de muita fibra e adorada por muitos. Devido a um problema de saúde que Dna. Jandira vem enfrentando ultimamente, peço à todas as pessoas que a conhecem e convivem com ela, que orem por sua rápida e completa recuperação.
Dna. Jandira merece nossas homenagens, merece nosso respeito, pois além de todos os seus predicados, dons e bondade, faz parte da história e progresso da Vila Liviero.
Toni.
Para ampliar a foto de cima, basta clicar sobre ela

CALÇADA DA FAMA



NÃO TEM SANTO QUE AJUDE
Você poderá não ficar muito famoso, mas com certeza jamais esquecerá o tombo que levar, como aconteceu comigo, ao tentar digamos, "escalar" ou descer uma dessas calçadas do bairro da Vila Liviero e adjacências.
Os desníveis acentuados dessas calçadas não são os únicos problemas.
Proprietários de muitas residências procuram se adequar, colocando rampas e degraus nas calçadas dificultando ainda mais a vida dos pedestres.
A letra de uma modinha antiga diz: "Prá descer todo santo ajuda, prá subir a coisa toda muda".
Em algumas ruas de nossa região, não há santo que possa ajudar nem prá subir nem prá descer.
Dizem que em alguns casos o desnivel é tão acentuado, que um homem alcoolizado, ao tentar descer uma travessa da Av. Padre Arlindo Vieira, no Jardim Climax, caiu e foi rolando por mais de cinquenta metros rua abaixo, só conseguindo parar ao chocar-se com o pneu de um caminhão estacionado vinte metros abaixo de sua residência.
Felizmente, não sofreu nada porque dizem que Deus protege...!
Como este homem costuma chegar em casa normalmente alcoolizado, sua esposa foi aconselhada a comprar uma rede para resgata-lo na porta de sua casa, em caso de um novo tombo.
Na verdade, o problema é grave. Os bairros da região cresceram muito nas baixadas, causando os desníveis entre uma casa e outra, e com o asfalto.
Sem contar com as pessoas alcoolizadas, os idosos e portadores de necessidades especiais, não terão como se adequarem as normas inexistentes de acessibilidade, e só poderão circular por várias ruas da região, de carro em alguns casos, em outros  mais graves, talvez só de helicóptero!
Toni
Para ampliar foto basta clicar sobre ela


MORADORES PEDEM MAIS RESPEITO

Moradores do Parque Bristol, pedem um pouco mais de consideração e respeito por parte das empresas de ônibus que atendem a região. A mais criticada tem sido a linha 4706 (Jardim Maristela/Vila Mariana), que possui poucos ônibus, fazendo com que os passageiros fiquem por muito tempo aguarando nos pontos. Pelo percurso dos ônibus desta linha, uma viagem leva em média uma hora e quinze minutos, dependendo evidentemente do horário que opera. Pelo o número de ônibus que normalmente estão rodando, a espera dos passageiros torna-se bem maior. Não temos o número exato de ônibus que operam nessa linha, mas temos a certeza que é muito pequeno para atender a demanda. Mesmo porque normalmente, nós também utilizamos esses coletivos. Portanto sabemos o quanto é desagradável, cansativo e irritante para os passageiros a longa espera.Outra linha que também recebe algumas críticas é a 5038 (Parque Bristol/Terminal Sacomã), provavelmente pela escala de saída dos terminais.Os passageiros, muitas vezes aguardam por um longo tempo sem ter um ônibus sequer no ponto e derrepente, vários ônibus chegam seguidamente. Esta crítica é apenas para conscientizar os proprietários, sobre a dificuldade desses passageiros, que são na maioria, pessoas simples e que utilizam diariamente esse tipo de transporte para cumprir uma jornada cansativa de trabalho e portanto, merecem um pouco mais de consideração e respeito.
Toni.

NOVAS AGÊNCIAS BANCÁRIAS PARA A REGIÃO

Conforme informações "oficiosas", o Bradesco trabalha com a possibilidade de abrir uma nova agência que seria construída na Rua Carlos Liviero, nas proximidades do Posto de Saúde. Existem também fortes comentários, que o banco "Itaú" estaria interessado em abrir nova agência na Rua Giovanni da Conegliano, em um local onde já existe um prédio com dimensões e estruturas adequadas para a instalação da nova agência.
Esperamos que essas informações se concretizem e que a população da região possa realmente usufruir desses serviços que até o momento deixa a desejar.
Toni

AUTÓDROMO DA VILA LIVIERO

Existem pilotos de provas e provas de pilotos.
Pilotos de provas, são pessoas devidamente treinadas e credenciadas para exercer essa profissão em locais totalmente seguros e sem oferecer qualquer tipo de riscos a outras pessoas.
Agora, existem algumas pessoas, que não tem o mínimo de experiência no volante e pior ainda, o mínimo de responsabilade e respeito, provocando os mais diversos tipos de barbáries no volante de um carro, numa moto, ou outro tipo de veículo, colocando em risco a vida de outras pessoas.
Na Vila Liviero temos ruas que possibilitam esses indivíduos a dirigirem em alta velocidade ultrapassando os límites de segurança. Podemos citar bom trecho da rua Giovanni da Conigliano e rua Carlos Liviero que é na verdade uma única via.
Em alguns trechos desse segmento, como podemos notar na foto, existem vários fatores que aumentam a chance de ocorrer acidentes graves:
Pistas de rodagens perfeitas, declíveis que chegam a aproximadamente 30º e curvas acentuadas, impedindo uma visão segura aos motoristas. Para complicar ainda mais, vários cruzamentos e nenhum semáforo nos locais de maior perigo. Em outro trecho da via não existe nem calçadas. Os pedestres, principalmente crianças, caminham e brincam despreocupadamente pelo meio da rua.
Em nossa visão de usuários desta via, semáforos talvez não seria os mais indicados, pois poderiam facilitar alguns tipos de assaltos a motoristas e passageiros principalmente no período noturno. Talvez, a medida mais indicada seria a colocação de algumas lombadas.
Pedimos às autoridades competentes e profundamente conhecedoras da melhor maneira de solucionar esse tipo de problema, que façam algo em pról da segurança da população local. Agradecemos antecipadamente, em nome de toda a comunidade!
Toni
Para ampliar foto basta clicar sobre ela


ALCOÓLICOS ANÔNIMOS

Mensagens de otimismo

Não tenha medo de conhecer o grupo "A.A." O grupo é que tem medo que você não o conheça a tempo

Não tenha medo de fazer uma visita ao grupo "A.A." A porta estará sempre aberta para que você mesmo possa decidir sobre seu próprio futuro.

Você precisa do grupo, porque o grupo também precisa muito de você. Lutem unidos! No final, você fará parte do grupo de grandes vencedores.

Lembre-se, em nossa vida, tudo é lícito, mas nem tudo nos convém.

Não beba para tornar-se valente, seja valente para largar de beber.

Não beba hoje, deixe para amanhã. Amanhã pense da mesma forma. Assim, você estará vencendo uma batalha por dia.

Para largar a bebida, bastam "duas doses". Uma de esperança e outra de muita determinação.
Toni
A Paróquia São Bernardo de Claraval, localizada à Rua Aratimbó, 98 Vila Liviero mantem um espaço para a realização de reuniões do grupo de Alcoólicos Anônimos todas as 3ª, 5ª e domingos as 20 hors.Demais informações pelo telefone: 2331-1269 - após as 14 hrs.
Leia na página "NOTÍCIAS' deste blog, um conto que fará você refletir muito sobre o problema do Alcoolismo


OS CORINTHIANOS DO "PLANETA VERDE"

Para quem está acostumado a fazer compras no sacolão "Planeta Verde" situado a rua Giovanni da Conigliano,1908, Parque Bristol, com certeza já conhecem os irmãos "Oshiro".
Hiromassa (José para os íntimos) nasceu em Okinawa, no Japão em 1954. "É verdade que gato que nasce em forno de padaria não é pãozinho", mas José, é mais brasileiro que japonês, pois chegou ao Brasil com 1 (hum) ano de idade em fevereiro de 1955. Exatamente em meios aos festejos comemorativos pela conquista do título de "Campeão do Centenário" pelo time de Parque São Jorge. Influenciado pela bonita festa da torcida, na época do futebol romantico, quando ainda não havia vandalismo e até crimes por parte dos torcedores, José sentiu como se toda aquela festa fosse para comemorar sua chegada ao Brasil e acabou tornando-se "corinthiano", ou seja, simpatizante do "Timão".
Seu irmão Sérgio já é 100% brasileiro. Nasceu na cidade de Tupã, interior de São Paulo em 1956.
Hoje, ambos moram no bairro de São Matheus, porém, diariamente dirigem-se ao Parque Bristol, onde desde 2005 possuem uma banca de legumes dentro do Sacolão Planeta Verde.
Desculpe, mas usando um trocadilho, os irmãos Oshiro prá não "vêr dura" a concorrência, resolveram vender "verdura" e trabalham "duro" de segunda a segunda com produtos "de primeira"!
Enfim, vale a pena conhecer os irmãos "Oshiro", pois eles são muito importantes para o comércio varejista e fazem parte do desenvolvimento do bairro. São pessoas simpáticas que transmitem confiança à todos os fregueses e demonstram sempre aquela diciplina e respeito que é peculiar do povo japones.
Pelos benefícios prestados à todos os moradores do bairro, só temos que agradece-los:
ARIGATO!
どうもありがとうございました
Para ampliar foto basta clicar sobre ela
Toni. トニ

Brincando de trabalhar

Existe uma frase que diz: Quem faz o que gosta, não precisa trabalhar nem mais um minuto na vida. O trabalho passa a ser um grande prazer.
E esse é o grande prazer de Rubens Pizzarro o conhecido "Rubinho".
Aposentou-se a quatro anos e agora confecciona lindas peças utilizando apenas material reciclável.
Uma das peças interessantes são as canecas feitas com latinhas de cervejas e refrigerantes.
Outras criações interessantes são as réplicas em miniatura de panelas de pressão feitas com o mesmo material. Mas sua criatividade não para por aí. Suas cortinas feitas com retalhos de garrafa "pet", cavalinhos de madeira que servem inclusive de balanços para as crianças, carrinhos feitos com maços de cigarro, balanças para crianças, etc.
Ele cria brincando e brinca criando, mas com muita dedicação e capricho.
Conheça esse artista simples, mas com muita sensibilidade, carisma e simpatia.
Quem sabe o presente que você procura não esteja ali.
Rua José de Souza Costa, 55 - Vila Liviero. Toni


O SAPATEIRO QUE AINDA "DÁ NO COURO"

Hoje em dia, existem algumas profissões que tornaram-se ingratas. Uma delas é sem dúvida a de sapateiro, pois as pessoas, geralmente, preferem se desfazer de alguns sapatos sem consultar um especialista do ramo para saber se realmente é compensador conserta-lo ou não.
Com certeza na maioria das vezes o calçado além de mais confortável pelo tempo de uso, torna-se melhor e mais resistente depois de uma boa sola feita por um bom profissional, por exemplo.
Quem conhece bem do assunto é o sr. José Alves Ferreira. O mais antigo sapateiro da região e que ainda está na ativa.
Nascido na cidade de Serrinha, no estado da Bahia, sr. José é casado, pai de seis filhos e quatro netos. Chegou na cidade de São Paulo em 1964, onde depois de trabalhar em outros ramos, resolveu aprender essa profissão e desde 1967 trabalha diariamente em sua sapataria, situada a rua Giovanni da Conegliano, 248 na Vila Liviero.
Vale a pena conhecer esse grande profissional que é mais um orgulho para todos nós, moradores na região.
Vale a pena conhecer esse homem simples, honesto, muito religioso e ótimo profissional.
Sr. José, o sapateiro que ainda dá no couro!
Toni.

Manutenção Astral

Afinal, quem troca a lâmpada? Quantos arianos são necessários para trocar uma lâmpada? Apenas um, mas serão necessárias muitas lâmpadas. Quantos taurinos são necessários para trocar uma lâmpada?Nenhum. Taurinos não gostam de trocar lâmpadas.Quantos geminianos são necessários para trocar uma lâmpada? Dois (é claro). Vai durar o fim de semana inteiro, mas quando estiver pronto, a lâmpada vai fazer o serviço. Quantos cancerianos são necessários para trocar uma lâmpada? Somente um. Mas levará três anos para um terapeuta ajuda-lo a passar pelo processo. Quantos leoninos são necessários para trocar uma lâmpada? Um leonino não troca lâmpadas, a não ser que ele segura a lâmpada e o mundo gire em torno dele. Quantos virginianos são necessários para trocar uma lâmpada? Vamos ver: um para girar a lâmpada; um para notar quando a lâmpada queimou, a data que ela foi queimada, outro para decidir de quem foi a culpa da lâmpada ter sido queimada e dez para remodelar a casa enquanto o resto troca a lâmpada. Quantos librianos são necessários para trocar uma lâmpada? Bem, na realidade eu não sei. Acho que depende de quando a lâmpada foi queimada. Talvez só um, se for uma lâmpada comum, mas talvez dois se a pessoa não souber onde encontra uma lâmpada, ou...Quantos escorpianos são necessários para trocar uma lâmpada? Mas quem quer saber? Porque você não sabe? Você é um policial? Quantos sagitarianos são necessários para trocar uma lâmpada? O sol está brilhando, está cedo, nós temos a vida inteira pela frente e você está preocupado em trocar uma lâmpada estúpida? Quantos capricornianos são necessários para trocar uma lâmpada? Nenhum. Capricornianos não trocam lâmpadas, a não ser que seja um negócio lucrativo. Quantos aquarianos são necessários para trocar uma lâmpada? Vão aparecer centenas, todos competindo para ver quem será o único a trazer a luz do mundo Quantos piscinianos são necessários para trocar uma lâmpada?O que? A luz está apagada?

O PRIMEIRO MILAGRE DE SANTO ANTONIO

Ouvi dizer que há muito tempo atrás, uma jovem pouco atraente e não tão jovem (50 aninhos), apesar de todo esforço e dedicação, não conseguia arrumar um marido. Resolveu então pedir ajuda a um homem muito religioso que habitava na região e que conforme comentários da população conseguia muitos milagres.Depois de ouvir o pedido da moça, o homem de fé "tremeu na base". Imaginou ser realmente muito difícil resolver o problema da pobre moça. Haja fé! Mas para não decepciona-la, entregou-lhe uma imagem de Santo Antonio talhada em "cedro" com 30 cm. de altura e pesando aproximadamente 8 quilos e disse a ela: - Você deverá rezar todos os dias durante um ano junto a esta imagem e seu pedido será atendido. (na verdade, ele pensava: "Talvez até lá ela desista da ideia". Assim foi feito. Todos os dias ela ajoelhava-se diante da imagem e rezava com muita fé e esperança. Porém a fé ia diminuindo com o passar do tempo. Nada de pretendentes. No último dia da promessa, vendo que não iria realizar seu grande sonho, perdeu completamente a paciência e irada arremessou a imagem pela janela. Neste momento um pedestre que passava em frente foi atingido em cheio. Bem na nuca! O homem caiu desmaiado. O sangue escorria pela calçada. Como explicar que ele havia sido atingido por Santo Antonio? Preocupada e tomada por um imenso remorso, a "moça" imediatamente levou a vítima para o hospital e assim que ele recebeu alta, todos os dias ela ia até sua casa para cuidar do ferimento, sempre demonstrando muita dedicação com a vítima. Dois meses após o incidente, casaram-se na igreja matriz e foram felizes por muitos e muitos anos.Acredita-se que este tenha sido o primeiro milagre do "santo casamenteiro".
Toni